Sem categoria

A cidadania italiana não é um fim é um meio!

Neste caminho para obter o reconhecimento da minha cidadania italiana já conheci muitas pessoas, que estão em diferentes etapas do processo. Conheci os que estão pensando em fazer o reconhecimento, os que estão planejando, os que estão programando os que estão vindo, os que chegaram. Mas também conheci os desistiram antes mesmo de encontrar o antenato, conheci os que desistiram de vir, já com a passagem em mãos. Conheci pessoas que chegaram na Itália e nem deram entrada no processo e voltaram, e conheci pessoas que fizeram o processo, ficaram aqui por alguns meses e voltaram para o Brasil.

Normalmente, as malas também trazem sonhos e expectativas.

Antes de mais nada, antes de você continuar nesta jornada, tenha em mente uma coisa importante, a cidadania italiana, é um meio e não um fim. O que isso significa na prática? Significa que se seu objetivo é somente ter dupla cidadania, basta você dar entrada no processo, obter o reconhecimento e continuar a sua vida no Brasil. Isso pode até mesmo ser feito no Brasil. Se a sua principal meta é ter dupla cidadania, quando você estiver aqui e receber a tão esperada notícia que se processo está concluído você possivelmente vai sentir perdido. Isso porque aquilo pelo qual você se preparou por tanto tempo não era o fim da história, era na realidade o início.

Com o documento em mãos você se tornará um cidadão europeu, isso de certa forma vai te proporcionar um leque enorme de possibilidades. Mas você precisa saber o que vai fazer depois. Você está prestes a ter dupla cidadania, e se tornar um cidadão italiano, e fará isso basicamente com a intenção de…??

Qual será a sua caminhada, quais são seus verdadeiros objetivos?

Eu e minha família estávamos em busca de oferecer ao nosso filho uma educação de qualidade, sem ter que “vender os dois rins”, ter tempo em família, ter mais qualidade de vida, aprender um novo idioma, conhecer novas culturas e viajar. Proporcionar ao nosso filho a possibilidade de estudar em outro país conhecer novos idiomas. Chegamos a conclusão que se tivéssemos que pagar tudo isso no Brasil teríamos que trabalhar tanto que não teríamos tempo algum para ficar em família. Procuramos muito por escolas boas, com preços justos, mas não encontramos. Tentamos empreender, desistimos no plano de viabilidade. Então decidimos: vamos nos mudar para um país que possamos realizar nossos planos sem sacrificar o convívio com o nosso filho.

Neste dia em diante, entendemos que para isso precisaríamos nos mudar para outro país, não encontramos uma alternativa no Brasil. E desta forma a dupla cidadania seria um meio para que nós conseguíssemos, legalmente, estar em outro país para buscar aquilo que acreditamos ser, neste momento, o ideal para nosso filho e nossa família.

Tenha um plano maior do que somente ter a dupla cidadania. Saia nesta jornada por algo maior. Assim quando os momentos difíceis vierem, você terá por que lutar. Pense, planeje e liste quais os principais motivos de você querer sair do Brasil. Pense se valem mesmo todo o esforço, porque não é uma mudança simples e não é um processo fácil. Mas é um processo possível, e valerá muito a pena, se você tiver muito claro quais são seus objetivos depois de ser um cidadão italiano!

Conte conosco nesta jornada!

Vamos em frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.